quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Tamboril? Tem, sim senhor


Quem? Júlio Felix ao telefone. Companheiro da Confraria do Armazém. Queria uma receita com tamboril. Como assim? Tamboril nessa época do ano? Congelado, no Mercadorama do Seminário (esse Mercadorama é um supermercado imprevisível, pois o que tenho perto de casa não serve para nada, nunca tem os produtos que precisamos e ainda por cima faz questão de manter os clientes em filas enoooooormes). Passei algumas das receitas que tenho (espero que tenha dado certo, mas certamente deu, ele é bom cozinheiro) e fui correndo lá verificar os produtos.
Tinha mesmo, não apenas o tamboril, em filés, mas também postas de filhote, o peixe amazônico que fez a cabeça de muitos chefs nesse 2009 que está se encerrando. Dei uma olhada e fugi correndo. Filas, filas e filas, para não perder o costume do supermercado. Mas consegui voltar mais tarde e garantir um pouco de cada, já pensando no que fazer para o fim de semana.
Adoro tamboril. Talvez seja o peixe do mar que mais aprecio. Quase ninguém por aqui ouviu falar. Peixe-sapo alguns do litoral conhecem, mas desprezam. Talvez pela feiúra, talvez por desconhecer o processo de preparação. Tamboril? Pergunte para um português e sinta a reação imediata de água na boca. É um dos principais pescados dos que vão à mesa daquele país. E que ganha outros nomes conforme o idioma, mas está sempre presente na galeria de primeira linha da gastronomia: rape (Espanha), lotte (França) monkfish (Inglaterra e EUA) e rana pescatrice (Itália), só para citar alguns. O tamboril (Lophius gastrophysus) também habita nossos mares. É peixe de águas profundas, que pode ser encontrado no litoral brasileiro entre o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul. E que só é pescado para exportação, pela pouca aceitação (conhecimento) que dele se dá por aqui.
Consigo fresco no inverno, a muito custo, com os Mozer, na peixaria do Mercado Municipal. Mas agora vem a chance de tê-lo também em outras épocas do ano, com seus filés arredondados, praticamente cilíndricos, que lembram a textura da lagosta. Hum, não vejo a hora de preparar e levar um desses para a mesa.

domingo, 27 de dezembro de 2009

No almoço de domingo, costeletas de cordeiro (De novo?)



Pois é, nem tinha me ligado. Mas quando a Graça me disse estar com vontade de comer uma carne no preguiçoso domingo que teríamos pela frente, decidiu-se pelas costeletas de cordeiro. Nem me atinei já ter feito no domingo anterior, quando estava sozinho em casa. Mas daí, tudo bem. Que mal tem? Pior seria se fosse chuchu (que me perdoe a Roberta Sudbrack). Aquele anterior tinha sido com risoto, agora seria diferente. Com massa, com nhoque. E de cará, pra deixar a coisa bem resolvida. Adoro cará, embora seja um tanto pegajoso ao lidar com ele ainda cru. Tempos atrás fiz uma brandade de bacalhau com cará junto com a batata no purê, inspirado em receita do Alain Unzan, chef do Felix Bistrot (SP) e do nosso Vindouro, aqui em Curitiba. Ficou tão especial que repeti mais vezes.

A ideia das costeletas com o nhoque veio mais uma vez do chef Eudes de Assis, do restaurante Seu Sebastião (pô, foi ele a fonte de inspiração de todo o fim de semana). Mas trocamos algumas coisas aqui. Na proposta dele, seria um nhoque (de cará mesmo) gratinado com creme de leite e queijo coalho. Decidimos trocar por algo mais leve, uma manteiga de sálvia básica. Por ele, redução de jabuticaba. Mas como já tínhamos usado um molho desses recentemente em um magret, trocamos por uma redução de mostarda (de Dijon, com as sementinhas) e aceto balsâmico que casou muito bem com o sabor da carne.

Foi à mesa com um vinho português Duorum 2007 na medida.

Costeletas de cordeiro grelhadas com nhoque de cará na manteiga de sálvia e molho reduzido de mostarda e balsâmico



Ingredientes:



12 costeletas de cordeiro

2 colheres (sopa) de azeite de oliva

1 kg de cará

300 g de farinha de trigo

100 g de manteiga

Folhas de sálvia

Sal e pimenta-do-reino (moída na hora, de preferência)



Molho

3 colheres de mostarda

2 colheres de aceto balsâmico

3 colheres de açúcar

2 colheres de azeite de oliva

1 colher de amido de milho



Modo de fazer:



Tempere as costeletas com sal e pimenta.

Descasque os carás e cozinhe-os em água fervente por cerca de meia hora – até que fique macio. Passe no espremedor de batatas, acrescente metade da manteiga e, aos poucos, a farinha de trigo, até que a massa fique homogênea e consistente. Faça rolinhos com a massa, corte em pedaços e cozinhe em abundante água fervente salgada até que boiem. Quando cozidos, retire com uma escumadeira e passe-os para uma panela com o restante da manteiga já derretido, com as folhas de sálvia. Misture bem e reserve.

Enquanto isso, faça o molho, juntando a mostarda, o aceto, o açúcar e o azeite em uma panelinha e deixando reduzir um pouco. Junte o amido, mexa bem para engrossar e mantenha aquecido em banho-maria.

Aqueça uma grelha ou panela de ferro com o azeite. Grelhe as costeletas de cordeiro, selando dos dois lados.

Monte o prato com as costeletas apoiadas no nhoque e uma pequena porção do molho.



Rendimento: 4 porções.





Sem namorado, robalo



O prato principal eu já vinha namorando havia um tempinho. Sem trocadilho, era o Namorado crocante com molho cremoso de azedinha, que o chef Thomas Troisgros tem lá em seu 66 Bistrô, no Rio de Janeiro. Também estava na PDM, em edição anterior, com a receita no site da revista a me tentar a todo instante. Mas quando encontrava namorado na peixaria, nada da azedinha. Curitiba tem disso, não é todo dia que se encontra esse ou aquele ingrediente. Sempre nas terças-feiras, na banca do Mário – lembrei-me de uma dica de tempos atrás, quando fui fazer o Saumon à l'Oseille, aliás um clássico da cozinha francesa com origem na família Troisgros, criação de Pierre (avô de Thomas, pai de Claude) e de seu irmão Jean. Mas como é raro ir ao Mercado Municipal no meio de semana, nunca dava certo. E nem pensar nas sugestões de substituir azedinha por agrião. Até que o molho fica interessante, mas é outra coisa completamente diferente. Nada a ver.

Pois chego ao mercadão e ficou sabendo que dessa vez tem azedinha. Não estava lá essas coisas, muito calor e algumas folhas já amareladas. Mas com uma boa conversa, convenci a vendedora a juntar as folhas boas de dois molhos e transformá-los em um só. Tudo bem, proposta aceita fui à peixaria. E aí... só o que me faltava. Faltava mesmo, o namorado. Justamente naquele dia que tinha azedinha. Depois de uma demorada conversa técnica com o Paulinho Mozer chegamos à conclusão que, dos peixes ali disponíveis, o robalo seria o que melhor se adaptaria à receita. E estava muito bonito o filezão que ele me mostrou. Pronto, tudo resolvido. Mãos à obra, pois.

Fiz meia receita, pois estávamos somente em três, mas acho que o molho não ficou com a consistência que imagino ter sido proposta pelo jovem chef. Mas como não tinha foto na receita dele, não pude comparar. Estava muito saboroso – azedinha é uma delícia -, mas acho que o tal creme não ficou tão cremoso. Talvez até por culpa do creme de leite que comprei, uma marca que não conhecia. Sei lá. Mas de sabor, ótimo. Ainda mais acompanhado por um Château Reynon Sauvignon Blanc 2008. Aplausos gerais!

Robalo crocante com molho cremoso de azedinha



Baseado em Receita de Thomas Troisgros, chef do 66 Bistrô (RJ)



Ingredientes:



Robalo

250 g de farinha de rosca

8 filés de 180 g de robalo

200 ml de azeite

2 xícaras de pão de forma em cubos

3 ovos

Sal e pimenta-do-reino a gosto



Molho

180 ml de creme de leite

125 ml de vinho branco seco

125 ml de caldo de peixe

60 ml de Martini Dry

½ colher (sopa) de manteiga

1 cebola picada

1 molho de azedinha

Suco de ½ limão

Sal e pimenta a gosto



Modo de fazer:



Robalo

Tempere os filés com sal e pimenta. Passe na farinha de rosca. Passe nos ovos e empane um lado com os cubos de pão. Frite no azeite o lado empanado com o pão. Leve ao forno em 180ºC por 10 minutos com esta parte para cima.

Molho

Junte a cebola, o vinho branco, o Martini e o caldo de peixe numa panela e deixe reduzir até ficar bastante espesso. Junte o creme de leite e espere ferver. Junte os outros ingredientes, acerte o sal e reserve.

Monte o prato com o filé de peixe e o creme de azedinha ao lado.

Rendimento: 8 porções.



Rolinho Primavera com recheio de siri



Noite de sábado típica de verão (é, foi-se o tempo em que verão de Curitiba caía num dia só), calor, abafado e o paladar pedia peixe. Rolinho Primavera, nunca tinha feito. Mas a receita que o chef Eudes Assis (do restaurante Seu Sebastião, de Maresias, litoral paulista) sugere no site da revista Prazeres da Mesa parecia tentadora. Cairia bem para iniciar o jantar. Fomos à luta, embora a japonesinha da loja do Mercado Municipal insistisse em querer me vender aquela alga que se usa no sushi quando perguntei se tinha harumaki. Ela me disse que era aquilo (e ainda aquele enrolado que tem o arroz por fora e a alga por dentro) e só nos entendemos quando eu expliquei que pretendia fazer um Rolinho Primavera. Final feliz, ingredientes à mão, começou o ritual. Para abrir os trabalhos, um prosecco. Pronto, deu tudo certo.

Rolinho Primavera de siri



Baseado em receita de Eudes Assis, chef do restaurante Seu Sebastião (Maresias-SP)



Ingredientes:



100 g de carne de siri

óleo de milho para fritar

50 ml de creme de leite fresco

20 ml de azeite extravirgem

1 colher (sopa) de tomate picado sem pele e sementes

1 colher (sopa) de cebola picada

1 colher (sopa) cheiro-verde

6 folhas de harumaki (encontrada em lojas orientais)

Sal e pimenta-do-reino (moída na hora, de preferência)



Modo de fazer:



Aqueça o azeite e refogue a cebola rapidamente, até perder a cor. Junte o siri e tempere com sal e pimenta. Incorpore o tomate e o creme de leite. Finalize com o cheiro-verde picado. Mantenha em fogo baixo, mexendo até adquirir uma textura pastosa.

Deixe esfriar e enrole na folha de harumaki.

Frite os rolinhos em óleo bem quente e sirva.



Rendimento: 6 porções.







O Dry Martini



Uma receita dessas que iria executar exigia um cálice de Martini seco. Precisava comprar uma garrafa, não havia mais no bar doméstico. Já havia um bom tempo vinha namorando a ideia e então tinha chegado a hora. Comprei uma garrafa do Noilly PrattI, o original francês, com uma terrível segunda intenção. Dias atrás já havia adquirido uma taça especial, somando-se ao gin Tangueray deu no quê? Dry Martini, é claro. Naquela proporção clássica de um montão de gin para um pinguinho de martini. Uma azeitona verde no fundo do copo e ficou especial. Pena que a foto não ficou das melhores, mas já pude me sentir um Humphrey Bogart, um Burt Lancaster, ambientado naqueles filmes dos anos 50. Tin-Tin.

O Ano Novo na página de Paladar


Receitas de pratos interessantes para serem feitos no Ano Novo. Uma sequência de cardápio para melhor aproveitar a festa da virada de ano. Siga esse atalho: http://www.parana-online.com.br/canal/gastronomia/.

sábado, 26 de dezembro de 2009

Armazém Dom Pedro

Aberto no Batel o Armazém Dom Pedro, que funciona de terça a domingo das 10h às 22h. Trata-se de um espaço voltado a produtos e ingredientes diferenciados destinados para quem busca tornar mais especiais receitas, encontros de amigos e/ou família. Com decoração rústica inspirada nos antigos armazéns, a casa é resultado da soma de diversas experiências dos próprios sócios em suas viagens pelo Brasil e pelo mundo. Especiarias e receitas originais, vinhos, queijos e outros itens especiais podem ser encontrados no Armazém, que, além de vender esses produtos, ainda oferece um espaço para degustação ou para a apreciação de seu cardápio, composto por tábuas de frios e vinhos. Alameda Dom Pedro II, 620 – Batel.

Truta no Outback



O Outback Steakhouse oferece mais uma opção em seu cardápio. A truta é a novidade do Botany Bay Fish O`The Day. Nesse prato, o peixe é preparado com ervas especiais e servido com o molho Remoulade, acompanhado do "Cajun Rice", arroz ao estilo Louisiana (R$34,00). Shopping Curitiba – Rua Brigadeiro Franco, 2300 – Centro. Fone: (41) 3013-7978.

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Reveillon no Durski

Junior Durski também usou toda a sua inspiração para montar o cardápio de Ano Novo. O chef do restaurante Durski abre seus trabalhos com uma entrada que pode ser Cauda de lagosta grelhada servida com spaghetti italiano.
Outra opção de primeira entrada é o Carpaccio quente de mignon com folhas de rúcula. A segunda entrada será composta de Foie gras de canard grelhado, servido com figos grelhados e geleia de frutas vermelhas ou o Ravióli de mandioquinha com manteiga de sálvia e trufas.

O primeiro prato principal poderá ser escolhido entre a Releitura da moqueca de camarão e Robalo, servida com farinha de mandioca de Rondônia ou Filhote, peixe do rio Amazonas, grelhado sobre cama de ervas finas, servido com creme de batatas gratinadas com brie francês.

O segundo prato também oferece duas opções. A primeira é Confit de canard, servido com creme de batatas e calda de frutas do bosque. A outra opção é a Paleta de leitão assada no forno, servido com farofa de foie gras e trufas

Para finalizar, serão servidas duas sobremesas. A Pera Willians, cozida em vinho tinto da Bourgogne, com sorvete de Vanilla e creme de natas. E a segunda sobremesa será a mil folhas com creme de Vanilla e frutas vermelhas.

A casa possui a adega mais completa da cidade. O jantar custa R$ 300,00 por pessoa. Av. Jaime Reis, 254 - São Francisco. Fone: (41) 3225-7893.

O banquete no reveillon do Rayon

Um cardápio muito especial é o que promete a chef Manu Buffara para o jantar de reveillon do Hotel Deville Rayon. Para o coquetel de boas vindas aos presentes, Tartar de salmão ao gengibre com avocado, Mini carpaccio de carne com alcaparras e broto de rúcula, Pasta de berinjela com chips de panqueca, Lollypop de camarão com coco, Gaspacho de tomates confit levemente picante e Antepasto de bacalhau com favas.

Em seguida, as entradas: Terrine de legumes com roulade de frutas secas, Ceviche de linguado com couve crocante e sal marinho, Mix de folhas nobres com lascas de emmenthal e crocante de Parma, Rosbife com salsa de pimenta biquinho e fios de alho-poró, Gaspacho de abóbora com laranja e gengibre, Salada baby mesclum com redução de aceto balsâmico e camarões grelhados, Guacamole com sashimi de atum, Endívias com gorgonzola e morango frescos e Stick de caprese com pesto de manjericão genovês.

Os pratos quentes serão Suculento steak de mignon com shitake e shimeji, Posta de bacalhau com mini batatas e pancetta, Vitello com redução de vinho do porto, Linguado ao molho de pimenta verde, Ravióli de camarão picante ao molho de abóbora, Risoto de zucchini com parmesão e hortelã, Arroz branco, Mini legumes ao vapor e Batata ratte com ervas frescas.

Sobremesas: Trilogia de chocolate, Caixinha de chocolate surpresa com frutas vermelhas, Quindim de nozes com cerejas frescas, Frutas gelatinadas com creme de leite fresco, Abacaxi dourado e caviar de champagne, Gateau Fantasy, Ninho de fios de ovos e frutas e Ópera de café.

É imperdível!

Rua Visconde de Nacar, 1.424 – Centro. Telefone: (41) 2108-1100. Site: www.deville.com.br.

A despedida do ano da Confraria do Armazém

Não poderia ter sido mais interessante o último jantar do ano da Confraria do Armazém, fechando os trabalhos gastronômicos do grupo na temporada. Tanto era o calor que o jantar terminou ao ar livre.
Para abrir a sessão, uns Bolinhos de bacalhau ao forno, que estavam irrepreensíveis.



Depois, como entrada, uma terrine, Pâté de Campagne do Loire, muito bem escoltada por fatias de broa da Padaria América.


Em seguida, o prato principal (foi uma noite de testes bem sucedidos do forno combinado à disposição da Confraria), Paletas de cabrito ao molho cremoso de uvas e estragão, acompanhadas de pequenas batatas também finalizadas no forno, com alho, azeite de oliva e alecrim.

 
E para fechar a noite em alto estilo Tiramisù.

As fotos são de Plínio Zanardi, nosso fotógrafo oficial da Confraria.
Agora só resta esperar pelo que de bom virá no ano de 2010.

domingo, 20 de dezembro de 2009

Costeletas de cordeiro com risoto de brie e pupunha

Domingo solitário, todo o tempo do mundo para decidir o que fazer. Primeiro, uma passadinha na cozinha da Confraria do Armazém, para temperar umas paletinhas de cabrito que serão as estrelas do jantar de amanhã, o último do ano (a entrada, o Pâté de Campagne do Loire, já está pronta, ganhando gosto). Depois, uma visita descompromissada ao Mercado Municipal, já amadurecendo algumas ideias. Sobrou pupunha da entrada feita na véspera no salão de festas do Cristian Toledo (a noite dos Pupilos do Lax). Por que não um risoto, combinando a pupunha com o toque adocicado do queijo brie? Uma carne? Costeletas de cordeiro, nunca tem erro e é sempre facílimo de fazer. Gosto de usar Sal do Himalaia moído na hora, assim como a pimenta-do-reino, claro. Boa chance para abrir aquele Chaminé 2007, o vinho regional alentejano que estava pedindo passagem há algum tempo. Ficou assim, então. Muito bacana e ainda estou sorvendo os goles finais do tal chaminé.


Costeletas de cordeiro com risoto de brie e pupunha



Ingredientes:



Cordeiro

1 carré de cordeiro separado em costeletas

30 ml de azeite de oliva

Sal do Himalaia e pimenta-do-reino moída na hora



Risoto

20 ml de azeite de oliva

7 g de alho socado

10 g de cebola picada

80 g de arroz carnaroli

50 g de palmito pupunha em pedacinhos

80 ml de vinho branco seco

½ litro de caldo de legumes

50 g de queijo brie em pedaços

15 g de manteiga

sal a gosto

pimenta-do-reino (moída na hora)

salsinha picada



Preparo:

Tempere as costeletas de cordeiro com sal do Himalaia e pimenta-do-reino, ambos moídos na hora.

Comece o risoto. Em uma panela aqueça o azeite, doure o alho e a cebola e acrescente o palmito pupunha em pedacinhos. Refogue rapidamente e acerte o sal e a pimenta-do-reino. Coloque então o arroz e o vinho branco, mexa e deixe reduzir um pouco o vinho e aos poucos vá acrescentando o caldo, mexendo sempre. Quando o arroz estiver al dente acrescente o brie e a manteiga. Salpique com salsinha.

Enquanto faz o risoto, aqueça o azeite numa grelha ou panela de ferro e doure as costeletas rapidamente dos dois lados. Reserve em lugar aquecido.

Monte o prato com o risoto moldado em aro e as costeletas em volta.



Rendimento: 2 porções.





Caipirinha de melão – nem tanto assim



Achei a receita em algum lugar e imaginei que poderia ser interessante. A de lima, por exemplo, é uma delícia. Ainda que não deva ser chamada de caipirinha, pois diz a legislação dos bartenders brasileiros que caipirinha só tem uma, a de limão – marca nacional.

Mas por que não de melão? Segui à risca o que mandavam, bater na coqueteleira a polpa do melão com o açúcar até formar espuma, acrescentas umas gotas de limão (siciliano), vodka e pedras de gelo. E daí servir. Não falava nada em peneirar, coar, algo assim. Pus direto, então. Mas aí ficou esquisito, mastigando pedacinhos de melão a cada gole.

O sabor até que ficou interessante, mas ficou uma caipirinha (não é esse o nome, sei disso) para beber e mastigar ao mesmo tempo. Enfim, nada que não se possa fazer num domingo.

Ceias no Pão de Açúcar

A rede Pão de Açúcar aceita encomendas de ceia para o Natal até terça-feira (22) e para o Ano Novo até dia 30. Neste ano, os pratos natalinos são assinados pelo chef Alain Poletto, consultor da rede. O cardápio de 20 pratos traz acompanhamentos e carnes típicas. Todos vendidos a quilo. A novidade é o cozimento das carnes em baixa temperatura - o "sous vide". A técnica evita a perda de sabor e garante maior praticidade aos clientes da rede com um ganho de até 90% no tempo médio de preparo. As opções são: Tender, Peito de peru, Pernil suíno, Lombo suíno, Rosbife de alcatra e Pernil de cordeiro. Os preços variam de R$ 26,90 a R$ 65,00 o quilo. Para quem quer uma praticidade ainda maior, a rede oferece kits que servem de 6 a 8 pessoas, entre R$ 169 e R$ 319. Confira o cardápio em uma das lojas ou no www.paodeacucar.com.br.

Curso de sommelier no Centro Europeu

O Centro Europeu de Curitiba está com as matrículas abertas para o seu curso semestral de Sommelier. Reconhecido pela Associação Brasileira de Sommeliers (ABS), entidade que representa o segmento profissional no Brasil, o curso aborda assuntos como técnicas de degustação, serviços do vinho, conhecimento das uvas viníferas, harmonização enogastronômica, enologia, enografia, técnicas de degustação, processos de vinificação, métodos de conservação e armazenagem, defeitos e alterações no vinho, vinhos do mundo, leitura dos rótulos, sistemas de denominações e legislação vinífera. As aulas terão início em março de 2010, com turmas nas segundas e quartas no período da noite. Mais informações pelo telefone (41) 3222-6669 ou no site www.centroeuropeu.com.br.

Calendário do Guega

O Guega Ristorante definiu a sua programação de fim de ano. O restaurante fica aberto até a noite do dia 23 de dezembro (quarta-feira) e reabre no início de 2010, no dia 5 de janeiro (terça-feira), já no período do almoço, às 11h30, com novidades para seus clientes. Rua Voluntários da Pátria, 539 – Centro. Fone: (41) 3023-8244.

O cravo não briga com a rosa


Inaugurada na semana a Rosa Cravo Café Boutique. O ambiente em estilo provençal mescla comidinhas como cupcakes (em receitas especiais), geléias de rosa, licor de cravo e espumantes. Entre as opções, cupcakes de baunilha, Romeu e Julieta, blueberry, laranja, panetone e o mais famoso, Red Velvet (foto). Entre os sabores salgados, queijo, palmito, aipim e carne seca e frango com catupiry. Os preços dos cupcakes variam de R$3,50 a R$7,50 e podem ser encomendados no tamanho normal ou mini. As embalagens podem ser individuais, com seis, 12, 24 unidades ou um cento. Rua Augusto Stresser, 406, loja 09 (Centro Comercial Royal) – Juvevê. Fone: (41) 3049-2955.

Ceias no Espaço Batel

Até terça-feira (22) o Espaço Batel está aceitando pedidos para ceias de Natal. A chef Magda Leila dos Santos criou pratos que podem ser escolhidos separados ou combinados, formando um cardápio completo com saladas, prato principal e acompanhamentos. Entre as opções estão carré de Carneiro grelhado acompanhado de cuscuz marroquino e frutas secas, Camarão ao molho champagne com maçã verde, Peru com molho cítrico e tomilho e Raviolone de brie com damasco. Os preços variam de acordo com o prato escolhido ou com a composição feita. O cardápio completo pode ser visto no www.espacobatel.com.br. Outras informações pelo telefone (41) 3343-7655.

Ceias na Trattoria Porta Romana

A Trattoria Porta Romana oferece ceias no Natal e no Ano Novo. Na noite de Natal serão servidos pratos quentes, como Tender à Califórnia, Risoto de Funghi, Strogonoff de Camarão, Salmão ao Molho de Laranja e Cabrito ao Molho de Ervas e Vinho Chianti. Ainda terão as massas, como Tortelloni Verde ao molho Quatro Queijos e Rotolo ao Molho Funghi. Além disso, muitas saladas, como a Caprese e a Waldorff. Para beber, água, refrigerantes, sucos e aperitivos. As bebidas estão incluídas no pacote, que sai por R$ 95 por pessoa (mais 15% de taxa de serviço). Outras bebidas podem ser pedidas à parte. Av. Manoel Ribas, 4330 - Santa Felicidade. Fone: (41) 3335-4344.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Os dez mais de 2009 em degustação gratuita na Vino!

As lojas Vino! de Curitiba promovem de amanhã (17) até o dia 24, véspera de Natal, degustações gratuitas com os dez vinhos mais vendidos em 2009. A cada dia, dois vinhos diferentes serão abertos e poderão ser experimentados pelo público, entre às 16h e 20h, nas lojas Vino! Batel e Champagnat. A seleção traz desde ícones consagrados até novidades emergentes do cenário internacional, abrangendo tanto produtores do Novo Mundo como europeus. Sem dúvida uma ótima oportunidade para escolher presentes ou simplesmente degustar parte dos melhores vinhos do ano.

Dia 17/12


Alento Alentejo 2007 - Tinto - Portugal - R$ 55,00. Uvas: Aragonês, Trincadeira, Alicante Bouschet e Touriga Nacional. Região: Alentejo

Chianti Classico Castello di Bossi 2006 - Itália  - R$ 115,00. Uvas: 100%  Sangiovese - amadurecido em barricas de carvalho por 18 meses. Região: Toscana. Best-buy da revista Wine Spectator.

Dia 18/12

Finca el Origen Malbec Reserva 2007- Argentina - R$ 45,00. Uvas: 100% Malbec - amadurecido em barricas de carvalho por 9 meses. Região: Mendoza.

Côtes-du-Rhône Perrin Reserve 2006 - França - R$ 68,00. Uvas: Mourvedre, Grenache e Syrah. Região: Rhône.

Dia 19/12

Arrocal 2006 - Espanha - R$ 60,00. Uvas: Tempranillo - amadurecido em barricas de carvalho por 6 meses. Região: Ribera del Duero. Robert Parker 89 pontos.

Monte Cinco Malbec Oak 2005 - Argentina - R$ 95,00. Uvas: Malbec - amadurecido em barricas de carvalho por 12 meses. Região: Mendoza.

Revista Wine Enthusiast 92 pontos.

Dia 20/12


VT 2005 (foto) - Portugal - R$ 275,00. Uvas: Touriga Nacional e Vinhas Velhas - amadurecido em barricas de carvalho francês por 18 meses. Região: Douro. Enre os 10 melhores vinhos portugueses lançados no ano 2007.

Brunello di Montalcino Renieri 2003 - Itália - R$ 360,00. Uvas: 100% Sangiovese - amadurecido em barricas de carvalho por 24 meses. Região: Toscana. Um dos 10 melhores Brunellos da safra.

Dia 21/12

Finca el Origen Malbec Reserva 2007- Argentina - R$ 45,00. Uvas: 100% Malbec - amadurecido em barricas de carvalho por nove meses. Região: Mendoza.

Cabo de Hornos 2005 - Viña San Pedro - Chile - R$ 220,00. Uvas: Cabernet Sauvignon - amadurecido em barricas de carvalho francês por 18 meses. Região: Curicó. Um dos grandes ícones chilenos.





Dia 22/12

Alento Alentejo 2007 - Tinto - Portugal - R$ 55,00. Uvas: Aragonês, Trincadeira, Alicante Bouschet e Touriga Nacional. Região: Alentejo.


Chianti Classico Castello di Bossi 2006 (foto) - Itália - R$ 115,00. Uvas: 100% Sangiovese - amadurecido em barricas de carvalho por 18 meses. Região: Toscana. Best-buy da revista Wine Spectator.

Dia 23/12

Côtes-du-Rhône Perrin Reserve 2006 - França - R$ 68,00. Uvas: Mourvedre, Grenache e Syrah. Região: Rhône.

Arrocal 2006 - Espanha - R$ 60,00. Uvas: Tempranillo - amadurecido em barricas de carvalho por seis meses. Região: Ribera del Duero. Robert Parker 89 pontos.

Dia 24/12

VT 2005 - Portugal - R$ 275,00. Uvas: Touriga Nacional e Vinhas Velhas - amadurecido em barricas de carvalho francês por 18 meses. Região: Douro. Enre os 10 melhores vinhos portugueses lançados no ano 2007.

Monte Cinco Malbec Oak 2005 - Argentina - R$ 95,00. Uvas: Malbec - amadurecido em barricas de carvalho por 12 meses. Região: Mendoza. Revista Wine Enthusiast 92 pontos!

domingo, 13 de dezembro de 2009

Domingo de lagosta e tâmaras



A ideia inicial seria vieiras. E nem precisariam ser aqueles scallops enormes da costa canadense, nada disso. Vieiras simples, aquelas chilenas que aparecem por aqui de vez em quando. Ligação para a peixaria: não temos, infelizmente. E o que temos? Lagostas, sapateiras, camarões, lulas, polvo, mariscos, mexilhões, vôngoles... fora os peixes. Que tal iniciarmos com uns mexilhões gratinados (com manteiga, alho e salsinha, como que roubando a escolta dos escargots à bourguignonne) e partirmos para uma lagosta com um molho agridoce? Resolvido, seria aquilo mesmo, o Mercado Municipal que nos aguarde.

Na chegada, a decepção. Os mexilhões eram pré-cozidos e sem a concha. Impossível gratinar. Uma entrada de polvo, de lula, que tal? Fizemos na semana passada, nos dias passados, não estávamos a fim de repetir. Mas as caudas de lagosta estavam bonitas e pelo menos não perderíamos a viagem. Umas verduras na banca do Yamasaki, folhas verdes, alguns temperos, umas mexericas muito bonitas que muito bem poderiam compor o molho agridoce para as lagostas. Não faltava mais nada. Ah, sim, o vinho. Um Tapiz chardonnay 2007 direto da Vino! pro balde de gelo.

Na falta de entrada desejada, uma salda de folhas, tomatinhos, lascas de parmesão, sal do Himalaia, aceto, azeite de oliva e tudo bem. Aí, as lagostas e para arrematar tâmaras naturais, diretamente do vale do Rio Jordão. Ah... que domingo!

Lagosta com molho de mexerica



Ingredientes:



2 caudas de lagosta (700 g)

2 colheres (sopa) de manteiga

1 cebola média ralada

1e ½ xícara de suco de mexerica

1 colher (sopa) de maisena

2 colheres (chá) de molho inglês

4 cebolinhas verdes picadas

sal e pimenta-do-reino (moída na hora, de preferência)



Modo de preparo:



Lave bem as caudas de lagosta e com uma tesoura corte as laterais da cartilagem interna, para liberar a carne da casca. Abra feito uma cortina sanfonada e retire a carne com cuidado para deixá-la inteira. Com a cartilagem deve vir junto a tripa dos intestinos. Puxe com cuidado e retire inteira.

Reserve as carcaças e corte a carne em pedaços grandes. Em uma panela, derreta a manteiga e junte a cebola, refogando até perderem a cor. Adicione os pedaços da carne de lagosta, misture delicadamente, sem parar de mexer, e cozinhe em fogo baixo por cerca de 5 minutos. Adicione o sal e a pimenta-do-reino.

Retire a carne e distribua-a dentro das carcaças reservadas, mantendo-as em local aquecido.

Misture o suco de tangerina, a maisena e o molho inglês. Despeje na mesma panela em que a lagosta foi refogada e cozinhe, em fogo baixo e sem parar de mexer, até encorpar. Junte a cebolinha e acerte o sal.

Regue a lagosta com o molho e sirva.



Rendimento: 2 porções.




Banana, o assunto do dia em Paladar


Receitas com banana fazem o assunto principal desse domingo, na coluna Paladar, do jornal O Estado do Paraná. Algumas sugestões bem interessantes. Confira aqui: www.parana-online.com.br/canal/gastronomia/.

sábado, 12 de dezembro de 2009

Salmão, mel, dill, mostarda... e forno



Ideia meio em cima da hora, haveria tempo para um jantar. Mas não tanto tempo assim. O que poderia ser rápido e gostoso? Peixe, salmão, que estava já ausente dos cardápios de casa por um bom tempo. Aí lembrei-me dos ramos de dill que haviam sobrado na geladeira. Salmão com dill, que não fosse em gravlax... e surgiu uma receita que teria sido tirada do Dell'Art Ristorante, de São Paulo. Mudei algumas coisinhas simples, como trocar o sal comum pelo da Himalaia, utilizar mostarda de Dijon com sementes e tostar as sementes de gergelim. Ficou muito interessante, escoltado por aquele Viognier que já aguardava com olhar de desejo. Em meia hora tudo se resolveu. E valeu a pena.

Filé de salmão com crosta de mel, dill e mostarda



Ingredientes:

1 filé de salmão de 250 g

Sal e pimenta-do-reino branca a gosto

Molho

1 colher (sopa) de mostarda de dijon com sementes

1 colher (sopa) de mel

1 pitada de sal

2 colheres (sopa) de folhas de dill (aneto) fresco picadas

1 colher (sopa) de sementes de gergelim



Modo de fazer:

Aqueça o forno a 180ºC.

Tempere o peixe com sal e a pimenta.

Misture em um recipiente o dill, a mostarda e o mel. Acrescente uma pitada de sal.

Unte um refratário e ajeite o filé de salmão. Coloque o molho por cima e leve ao forno por 15 minutos.

No momento de servir, polvilhe sementes de gergelim como decoração do prato.


Rendimento: 1 porção.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Vinagre orgânico



O Nico's Empório Orgânico (Mercado Municipal) traz a Curitiba o vinagre orgânico Dom Spinosa. Os vinagres são produzidos a partir de ingredientes orgânicos e conta com uma variedade eclética de sabores, como cana de açúcar, carambola, goiaba, kiwi, manga, maçã, laranja, entre outros. Ao total são 11 produtos disponíveis em embalagens de 50 ml e 100 ml e a um preço de R$ 4,00 e R$ 8,00, respectivamente. O Nico's está localizado no Setor de Orgânicos do Mercado Municipal, Box 512. Fone: (41) 3263-1491.

Natal orgânico

Para os adeptos aos alimentos orgânicos, o Extra e o Pão de Açúcar oferecem uma cesta de Natal nesta linha, a partir de R$ 185. Entre os produtos estão: macarrão orgânico; Quinua Real; Muffin; Castanha de caju; Castanha do Pará sem casca; Uva passa escura sem semente; Mel silvestre; Bebida de arroz com avelã; Suco de laranja; Chá; Azeite de Oliva extravirgem; Espumante demi-sec.

Almoço no Bologna

O Tradicional Ristorante Bologna (Família Caliceli) lança "O almoço de Verão Imperdível". De segunda a sexta-feira na hora do almoço, o cliente pode escolher a  massa ou o mignon que preferir por R$ 22,00 por pessoa. Mas se optar pelas carnes acompanhadas de massas o preço é de R$ 32,00 por pessoa. Rua Doutor Carlos de Carvalho, 1365 – Batel. Fones: (41) 3223-7102 e 3224-9477.

Vin Bistro ao ar livre



O almoço do Restaurante Vin Bistro agora também pode ser apreciado no lado de fora do restaurante, na varanda, para aproveitar os dias mais quentes do verão. Funcionando com almoço executivo, de segunda a sexta-feira, o restaurante oferece pratos da culinária internacional por R$29,00, incluindo entrada, prato principal e sobremesa. Anexo ao restaurante está a loja de vinhos, que possui uma diversidade e qualidade dos rótulos escolhidos e aprovados pelo sommelier Ronaldo Bohnenstengel proprietário do restaurante. Rua Fernando Simas, 260 – Bigorrilho. Fone: (41) 3225-3444.

Almoço no Mondo Birre



O Mondo Birre Cervejaria Gourmet agora também conta com um cardápio variado no horário do almoço. Camarão ao molho de cerveja (Guinness, Kaiser Gold, entre outras), Medalhão de mignon suíno, escalope de mignon ao molho mornay (a base de queijo gruyère) e Moqueca de peixe acompanhada de arroz com coco, pirão e farofa de banana, são alguns dos pratos preparados pela chef Cláudia De Stefani ao longo da semana, em dias alternados, em buffet de R$ 27,90 o quilo. Entre os pratos que integram o cardápio diariamente estão os legumes salteados na manteiga ou no azeite, saladas de folhas frescas, lasanha e uma massa diferente a cada dia, além de quatro opções de carne, incluindo aves, porco, gado e frutos do mar. Para a sobremesa, são servidos clafoutis de cereja, mousse de chocolate, suspiro com morango, mousse de maracujá, pudim de leite e frutas. Como cortesia da casa, o cliente ainda pode degustar o café espresso do Lucca Cafés Especiais. Rua Coronel Dulcídio, 558 - Batel. Fone: (41) 3232-5098. Site: www.mondobirre.com.br.

O chopp premiado do Matriz & Filial



A Femsa Cerveja Brasil, empresa que produz as marcas Sol, Heineken, Xingu e Kaiser, e o Clube dos Apreciadores do Chopp promoveram no início deste mês o evento Mestres Apreciadores 2009. Dentre os 54 bares homenageados, o Matriz & Filial foi o único do Paraná a receber o prêmio, após concorrer com 70 empreendimentos que fazem parte da região atendida pela Distribuidora Spaipa (Paraná e parte de São Paulo). A casa oferece ao público variados intérpretes do Samba, Chorinho, Bossa Nova, Gafieira e MPB. Com uma decoração inspirada nos botecos do Rio de Janeiro, retratando instrumentos musicais e as calçadas de Copacabana e Ipanema, berços da Bossa Nova, o bar dispõe de um cardápio completo, que vai de comidinhas de boteco e petiscos diferenciados, como o "Coelho a Passarinho", a chapas de carnes com legumes e sobremesas. O Matriz & Filial mantém no balcão 20 das melhores cachaças do País e tem no cardápio diversos tipos de drinques. Avenida Iguaçu, 2.300 - Água Verde. Fone: (41) 3343-3063. Site: www.matrizefilial.com.br.

Saborosa boa ação

A Escola Especial Nilza Tartuce oferece à comunidade panetones, chocotones, gallup e stollen cuja receita ajuda a manter os projetos educacionais e pedagógicos da escola. Informações: (41) 3252-7354 ou www.escolaespecialnilzatartuce.org.br.

Natal no Madero



O restaurante Madero Largo da Ordem celebra o Natal com cardápio especial. Na ceia de Natal, o couvert será composto de Brusquetas Caprese, a base de queijo coalho assado à lenha e mini pastéis de queijo brie francês. A entrada terá Palmito assado na brasa e salada de folhas baby com nozes e Queijo feta francês ao perfume de balsâmico 20 anos. Já o primeiro prato conta com duas opções, a releitura de Moqueca de camarão, criada pelo chef Junior Durski ou Lombo de bacalhau Gadus Morhua, grelhado com azeite de oliva português, Cortês de Cima.  O segundo prato também tem duas opções no cardápio. O cliente pode escolher a Paleta de cordeiro assado ao forno com linguini fresco com molho do próprio assado (foto) ou Confit de canard com calda de frutas do bosque e creme de batatas. A sobremesa oferece as opções de Petit gâteau de doce de leite com calda de frutas vermelhas e sorvete francês Häagen Dazs, ou Mil folhas de vanilla e frutas vermelhas. O custo é de R$ 180,00 por pessoa e o restaurante possui a maior adega da cidade com excelentes opções de vinhos para acompanhar os pratos. Av. Jaime Reis, 262 – São Francisco. Fone: (41) 3013-2300.

Novo cardápio do Amicci



O Amicci Per Piatto, localizado no Shopping Curitiba, no espaço Largo Curitiba, está com um novo cardápio desenvolvido e assinado pelo chef Joarez Machado. Entre as novidades estão o Grigliata di pesce (R$ 30,00), filé de peixe grelhado com molho de alcaparras e nozes com legumes, batatas e arroz branco, e o Gamberi con Fettuccini (R$ 34,70), massa acompanhada de camarões, tomates e champignon ao molho rosado (foto). Para o happy hour, uma das sugestões é o Arancini de Côngrio (R$ 16,00) com molho picante, porção de bolinhos preparados com arroz arbóreo e côngrio. Para acompanhar, a casa oferece os chopes Eisenbahn (Pilsen e Weizenbier).
Rua Brigadeiro Franco, 2.300 – Shopping Curitiba – Largo Curitiba. Fone: (41) 3223-3223.

Natal no Scavollo

O chef Emerson de Oliveira, do Restaurante Scavollo, preparou uma seleção de pratos especiais para Ceia de Natal. Além de pratos principais da casa, como o Filetto al mascarpone con conchiglie ai quattro formaggi - Filé mignon e conchas recheadas com quatro queijos, ao molho de queijo e hortelã – haverá opções inéditas, como o Conchiglie di bacalhau - conchas recheadas com bacalhau ao molho de tomate, pimentão,  azeite-de-dendê e leite de coco. Ambos os pratos servem duas pessoas. O restaurante destaca também uma taça com frutas da estação e sorvete de baunilha como sugestão de sobremesa. Rua Emiliano Perneta, 924 - Batel. Fone: (41) 3225-2244. Site: www.scavollo.com.br.

Mais opções no ParkShoppingBarigüi

Novidades na gastronomia do ParkShoppingBarigüi. A rede Spedini Trattoria Expressa, especializada em culinária italiana, e o Burger King® incrementam as opções da Praça de Alimentação. Já no Park Gourmet , área exclusiva de restaurantes do empreendimento, o Trovatta Gourmet é a mais nova operação. O chef Armando Fuoco Júnior desenvolveu pratos diferenciados dos demais restaurantes da rede para atender, com exclusividade, ao público do ParkShoppingBarigüi.

Gelo & limão

Para comemorar os seis anos recém completados, o Babilônia Gastronomia & Cia oferece todos os domingos, até o fim do verão, uma programação diferente, das 16 às 21 horas. Trata-se do Babilônia Gelo & Limão, um projeto que envolve a apresentação do DJ Raul Aguilera, lounge music e cardápio variado, que vai de petiscos à culinária japonesa. Alameda Dom Pedro II, 541 – Batel. Fone: (41) 3566-6464.

A cozinha oriental do Aya Vong



Comida oriental, mas com os sabores do dia-a-dia. Com essa proposta o empresário Bruno Lorenzetti inaugurou o Aya Vong, que pretende passar a ideia de como os tailandeses, coreanos, vietnamitas, indianos, japoneses, filipinos e chineses se alimentam em casa, mas sem a forte ardência da culinária daqueles lados. O responsável pela cozinha é o chef Gerson Balmat, que morou por três anos na Ásia e conheceu de perto os hábitos alimentares de alguns países daquele continente.

Na hora do almoço, a casa funciona com bufê a quilo, com receitas dos países orientais, incluindo sushis e sashimis preparados na hora, a R$ 3,49 cada 100 g. À noite, o espaço onde está o bufê dá lugar a uma grande mesa comunitária, assim como nos restaurantes asiáticos, com sistema à la carte e pratos individuais a partir de R$ 16,00. Os nomes dos pratos – para descomplicar – estão em português no cardápio e a casa sugere o Peixe ao molho de tamarindo, preparado com filé de peixe-galo grelhado e molho de tamarindo levemente picante; o Curry de champignon, prato vegetariano feito com legumes, cogumelos paris, queijo tofu e molho à base de curry tailandês e, para sobremesa, sorvete de banana ou de gengibre. Rua Coronel Dulcídio, 540 – Batel. Fone: (41) 3233-0050. Site: www.ayavong.com.br.

Cinco anos do Boteco de Sampa

O Boteco de Sampa comemora cinco anos. Para tanto, Ronald Friesen, proprietário da casa, recebe amigos, clientes e jornalistas na segunda-feira (14), a partir das 19h30. Aberto em 2004, o Boteco de Sampa foi inspirado nos bares de São Paulo. A decoração mostra pôsteres de times de futebol e uma coleção de quase cinco mil latinhas de cerveja. O local funciona todos os dias com música ao vivo e a especialidade da casa é a porção de Carne de Onça servida com broa escura e elaborada na hora, à mesa do cliente, conforme as preferências de cada um. Rua Alferes Poli, 1850 – Rebouças. Fone: (41) 3332-6441.

Kits de Natal na Vino!



As lojas Vino! apresentam uma seleção de produtos especiais para as festa de final de ano. Entre as exclusividades, kits, cestas e caixas de Natal especiais. Elas oferecem um mix de produtos importados e nacionais. Existem opções a partir de R$ 55, como o Kit Vino! (com Espumante Moscatel Adega do Vale e Panetone Icab), até cestas de R$249.

VINO! BATEL - Rua Comendador Araújo, 970 - F: (41) 3029-9988
VINO! CHAMPAGNAT - Rua Des. Otávio do Amaral, 515 - F: (41) 3335-6060
VINO! LONDRINA - Rua Belo Horizonte, 1355 - F: (43) 3345-3131
VINO! - www.lojavino.com.br

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Laurent Suaudeau e a cozinha molecular



Oportunidade rara. Na próxima sexta-feira (11) o premiado chef francês Laurent Suaudeau estará em Curitiba para ministrar um workshop exclusivo para os alunos formandos do curso de Chef de Cuisine - Restaurateur do Centro Europeu.

O evento em Curitiba será realizado no Mabu Royal & Premium Hotel (Praça Santos Andrade, 830, Centro) e na oportunidade Laurent Suaudeau irá contar um pouco sobre os segredos da controvertida gastronomia molecular, abordando tópicos como: A influência da cozinha molecular ao longo da história, As novas tecnologias a serviço da culinária, Como utilizar corretamente os produtos na culinária molecular e O impacto da cozinha molecular na gastronomia brasileira. Mais informações pelo telefone (41) 3222-6669 ou no site www.centroeuropeu.com.br.

domingo, 6 de dezembro de 2009

Mousse de baunilha

A sobremesa veio de uma sugestão do twitter, essa coisinha louca que fica martelando informações e conversa o tempo todo. O chef Ronaldo Rossi, lá de São Paulo, deu o toque. Daí foi só executar. Ficou um pouco mais consistente do que deveria, mas nada a se perder no sabor. É que tive de dividir a receita apenas para duas pessoas e aí, calcular ¼ de pacote de gelatina sem sabor sem uma balança de precisão não é tão fácil assim. Mas ficou bom, encerrou em alta o belo almoço domingueiro.





Mousse de baunilha



Ingredientes:



1 lata de leite condensado

1 colher (sopa) de essência de baunilha

½ sachê de gelatina em pó sem sabor hidratada em ¼ de xícara de água

400 g de chantilly batido



Modo de preparo:



Misture o leite condensado, a baunilha e a gelatina, quando estiver homogêneo coloque o chantilly e misture bem, leve à geladeira por no mínimo 3 horas antes de servir.



Rendimento: 4 porções.

Coelho à toscana

O prato principal é um dos pontos altos do cardápio doméstico. Vem de uma receita dentre as publicadas no belo livro "Sob o sol da Toscana", de Frances Mayes e teve apenas algumas pequenas adaptações. A carne de coelho é deliciosa e aqui, nessa receita, fica supermacia, assada em forno baixo sob uma cobertura de tomates, cebolas, cúrcuma, alecrim e erva-doce. Ah, como havia uma bandeja de cogumelos sobrando na geladeira, estes entraram em cena na reta final, ganhando espaço na forma do assado. Ficou perfeito. Ainda mais harmonizado com um Masseria Trajone, um vinho Primitivo de Manduria 2007 – Primitivo é o nome que os italianos dão à uva Tempranillo, que conhecemos por aqui.





Coelho à Toscana com Vinagre Balsâmico



Ingredientes:



1 coelho em pedaços

2 colheres (sopa) de azeite de oliva

farinha de trigo

1 ½ cebola grande, picada

6 dentes de alho amassados

8 tomates picados

1 colher (chá) de cúrcuma

1 ½ colher (chá) de alecrim

1 ½ colher (sopa) de sementes de erva-doce

6 colheres (sopa) de vinagre balsâmico (mais 5)

sal e pimenta-do-reino (moída na hora, de preferência)



Modo de preparo:



Passe os pedaços de coelho na farinha de trigo e doure-os ligeiramente no azeite de oliva. Arrume os pedaços numa assadeira.

Refogue a cebola com o alho até que estejam transparentes. Acrescente os tomates e deixe refogar por cinco minutos. Tempere com a cúrcuma, o alecrim, as sementes de funcho, sal e pimenta.

Misture à panela o vinagre balsâmico e deixe cozinhar, até que o molho esteja espesso e reduzido. Cubra o coelho com o molho e deixe assar, a descoberto, por cerca de 40 minutos, em forno a (175ºC). Na metade do tempo, banhe o assado com 5 colheres (sopa) a mais de vinagre balsâmico.



Rendimento: 4 porções.

Terrine de Poisson et crevettes roses

No domingo especial, folga total, chance para um almoço daqueles preguiçosos, com tempo de sobra e nenhum compromisso profissional que impedisse a dedicação total à mesa.

Pois daí veio esse almoço, começando com essa terrina de peixe com camarões rosa que ficou uma delícia. Não tive tempo de traduzir a receita, mas vai assim mesmo, no original. Vale a pena.







Terrine de poisson

Ingrédients:

Pour 6 personnes:

600 g de poisson sans arrêtes comme du merlan, du saumon ou de la lotte.

200 g de crevettes roses décortiquées

120 ml de crème fraîche liquide

4 oeufs

1 gros oignon

2 gousses d'ail

3 biscottes écrasées ou équivalent en pain de mie sec

Beurre, persil plat, poivre, sel



Préparation



Mélanger le poisson, l'ail et l'oignon dans un mixeur et mixer assez finement

Ajouter les oeufs, la crème frâiche et les biscottes

Mélanger de manière à obtenir une consistance homogème et mousseuse

Ajouter le persil plat haché en fonction de vos préférences

Saller et poivrer selon votre convenance

Beurrer l'intérieur d'une terrine

Verser la moitié du mélange de poisson dans le fond de la terrine

Disposer une couche de crevettes sur la première couche

Verser le reste du mélange pour recouvrir le tout

Préchauffer le four à 180° (Th.6)

Cuire au bain marie pendant 45 minutes

Servir tiède ou froid selon votre préférence.



Suggestions

Choisir du gros sel ou des gros cristaux de sel marin pour l'assaisonnement, cela offrira du croustillant dans la texture très fondante de la terrine.

Le persil plat peut être accompagné d'une pointe d'aneth. Si vous n'incorporez pas de l'aneth dans la préparation, vous pouvez servir les tranches de terrines avec un dressing à base d'aneth. Un exemple : de la crème friche liquide mélangée avec un mélange d'aneth et de ciboulette, délayée au jus de citron.

Lula, o tema de hoje de Paladar



Hoje, no jornal, o assunto é lula. O molusco, não o barbudo. Algumas receitas interessantes, práticas e rápidas, como essa aqui, de Sidnei Valério, chef do restaurante Maré Cheia, nova casa de frutos do mar aberta em Curitiba.

Dê uma conferida aqui: http://www.parana-online.com.br/canal/gastronomia/news/413841/?noticia=LULA+RAPIDO+E+FACIL

sábado, 5 de dezembro de 2009

O Menu de Natal do Zea Maïs



Assim, assim, meio na surdina, o restaurante Zea Maïs lançou seu menu de Natal. É uma tradição que se renova a cada ano, por conta da boa mão da chef Joy Perine. O lançamento oficial do novo cardápio ainda não aconteceu, mas já está sendo oferecido aos clientes da casa. Começa com uma Salada picante de abacate e camarão (R$ 19,10) sobre blini de arroz selvagem e alguns outros grãos de arroz estourados que até parecem intrigantes larvas (confira na foto).

O prato principal, segundo Joy Perine, tem muito a ver com o casamento de Celso Freire, o chef responsável pela concepção do cardápio do Zea Maïs. Teria sido servido nas tais bodas, fruto da inspiração de José Serra Masso, professor de Freire e de tantos outros que se aventuraram nessa vida de panelas e fogões de uns tempos para cá. Foi batizado de Juntos, leitão e vitela, fios de ovos e frutas (R$ 37,30) e oferece um naco de carne macia de leitão intercalada por carne moída de vitela. Na composição final, escolta de Yorkshire Pudding, folhas de espinafres crocantes e fios de ovos decorados com cereja. Mais Natal que isso, impossível!

A sobremesa de Natal se chama Snowman (R$ 16,50). Uma base de Crème brûlée para representar uma crosta de gelo sobre o lago onde se apóia o boneco de neve feito de coco. Grande happy end.

Rua Barão do Rio Branco, 354 – Centro. Fone: (41) 3232-3988.

Doces de Natal

A doceira Bárbara Trevisani está aceitando encomendas de tortas e doces para o Natal. São diversas opções de sobremesas finas elaboradas especialmente para a ceia. Entre elas, tortas como a de Amaretto com crocante de amêndoas e a de Strogonof de nozes com damasco (a R$ 35,00 o kg) e os doces como os ouriços de pistache ou amêndoas, as palets trufadas ao leite, os bombons dourados de laranja com gengibre e cacau de melão e os trufetes de blueberry. Os pedidos devem ser feitos até o dia 20 de dezembro através do telefone (41) 3347-6278 ou ainda pelo e-mail barbara@barbaratrevisani.com.br.

 

Receitas de Natal

O Hipermercado Condor Santa Cândida realiza nessa terça-feira (08), às 14h, o Curso de Culinária "Receitas Natalinas", oferecido pela empresa Isabela. O curso é gratuito e vai ensinar receitas práticas para a Ceia de Natal. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser realizadas direto na recepção do Hipermercado, na Rua Mascarenhas de Morais, 312, ou pelo telefone, 3357-4100 (falar com Alzira do RH ou Sirlei do Sac).

O Natal da Saint Germain



A Saint Germain Panificadora e Confeitaria elaborou uma linha especial de produtos natalinos. Entre os produtos, destaca-se o panetone de frutas cristalizadas (foto), em embalagem de 500 g, com fermentação natural e 0% de gordura trans. Além do panetone, a Saint Germain produz artesanalmente o Stolen, a versão alemã do panetone, e o tradicional Bolo de Natal. Para quem está envolvido com os preparativos do Natal, a Saint Germain tem também a tradicional Rabanada, pão embebido em leite, ovos, açúcar e canela, assim como o pão, para quem quer fazê-la em casa. Outra sugestão, tanto para receber os convidados para a festa quanto para presentear amigos e familiares, são as Cestas de Frutas Secas, montadas com castanhas, nozes, frutas glaçadas e outros artigos.

Batel – Av. Visconde de Guarapuava, 4882, fone 3207-6464. Bigorrilho – Al. Princesa Izabel, 1347, fone 3207-6868. Champagnat – R. Padre Anchieta, 2075, fone 3207-6262.

Pizzas e doces



O que se encontra em uma pizzaria? Pizza, é claro. Mas não apenas isso. Que tal uma mousse de maracujá ou de chocolate (foto)? Ou ainda um petit gateau, uma trufa, um strogonoff de nozes ou uma torta alemã, de banana ou de maçã? Essas são algumas sugestões da Baggio Pizzeria & Focacceria para após as refeições - e que são, inclusive, entregues em domicílio. No cardápio ainda outras opções de doces, como pudim de leite condensado, banana flambada e o Afogato Al Caffé, que une duas bolas de sorvete de creme ao café espresso. Site: www.pizzariabaggio.com.br.

Bacalhau à brasileira




Chefs renomados e personalidades de diversos setores do cenário nacional são os personagens do livro Bacalhau da Noruega com temperos brasileiros, que está sendo lançado pelo Conselho Norueguês da Pesca (CNP). Destaques da gastronomia – como Flavia Quaresma, Natacha Fink, Renato Vicente, Pierre Landry, Checho Gonzales, Damien Montecer – e figuras como as atrizes Rosamaria Murtinho e Zezé Motta, a poeta Elisa Lucinda, o cenógrafo e carnavalesco Fernando Pamplona, o antiquário Jorge Quartilho, a coreógrafa Rossella Terranova apresentam, no livro, suas receitas de bacalhau com gostinho nacional. O lançamento do livro será na terça-feira (08), no Bar dos Descasados, do Hotel Santa Tereza, no Rio de Janeiro. Ao todo, são 61 receitas que levam à mesa o tradicional produto dos mares gelados da Noruega com sabores e aromas tipicamente brasileiros, resultando em pratos inusitados como sonhos, cuscuz, sopa, quibe, pizza, que dividem o livro com receitas tradicionais – como o Bacalhau à Gomes de Sá - e outras, desenvolvidas dentro dos conceitos da culinária contemporânea.

La Bodegha apresenta Cave Extrême

A Importadora La Bodegha promove happy hour nessa terça-feira (08) para lançamento dos produtos da Cave Extrême, produtora de expressivos espumantes que a Argentina produz. Estarão sendo apresentados os espumantes Paul Rigaud, Cave Extrême e Extrême, com a presença de Jean Edouard de Rochebouët, presidente da Cave Extrême. Será no Duo Cuisine.

Happy hour no Braz

O Slaviero Braz Hotel tem um happy hour especial para o verão. Nas segundas e terças-feiras, das 18h às 20h, o Bar Getúlio tem promoções especiais. Na compra de um caneco de chopp ou de caipirinha, o cliente ganha uma tulipa de chopp ou mais uma caipirinha por conta da casa. Das 18h às 19h, também serão oferecidos canapés e amendoins. Nas quintas e sextas-feiras, além das promoções, o Bar tem shows variados. O valor é R$6 por caneco. O Bar ainda oferece petiscos como picanha em cubos ao alho frito, provolone à milanesa, filé com torradas, porção de minikibe e minipastéis. Rua Luiz Xavier, 67 – Centro. Fone: (41) 3322-2829.

Na suíte

O hotel Crowne Plaza Curitiba irá preparar um jantar exclusivo na suíte para as comemorações de Natal e Reveillon. O pacote inclui uma decoração especial, atendimento personalizado (um garçom por suíte), uma garrafa de vinho chileno ou espumante italiano e um menu preparado exclusivamente para a ocasião. Além disso, a opção oferece café da manhã no apartamento, livre utilização do SPA (piscina, sauna e ducha escocesa) e late check out até as 17h. O valor do pacote é de R$ 470 por pessoa + 5% de ISS. As reservas são limitadas e podem ser feitas até o dia 15 de dezembro. Rua Pres. Carlos Cavalcanti, 600.  Fone: (41) 3204-4100. E-mail reservas@www.crownecuritiba.com.br. Site:   www.crownecuritiba.com.br.

Cestas de Natal no Vin Bistro



Com parceria com a Icab chocolates, o Restaurante e Adega Vin Bistro montou algumas cestas de Natal. Das mais simples, compostas apenas com um Panetone e Prosseco até a mais sofisticada, com 16 itens. Os preços variam de R$ 90 até R$ 490. Além das opções oferecidas pelo próprio restaurante, o cliente também pode optar em elaborar seu próprio presente com os produtos da adega. Rua Fernando Simas, 260 – Bigorrilho. Fone: (41) 3225-3444. Site: www.vinbistro.com.br.

Proseccos La Pieve



A Cantu traz ao Brasil uma nova gama de proseccos, da linha La Pieve, tendo como alvo principal as festas de fim de ano. Elaborados na tradicional região de Valdobbiadene, localizada no coração da área demarcada de Prosecco, os vinhos La Pieve apresentam aromas intensos e frescos e acompanham perfeitamente frutos do mar ou carnes mais fortes. Integram a carta de vinhos da Cantu os rótulos La Pieve, Le Coste, Pergolo (foto) e Spago. Fone: 0300.210.10.10. Site: www.cantu.com.br.

Reveillon no Maggiore

O Restaurante Maggiore começa os preparativos para a Ceia de Reveillon 2010, uma das mais tradicionais comemorações de passagem para o ano novo da capital paranaense, que acontece há 22 anos no Parque Barigui, às margens do lago. O cardápio deve ter diversas opções de antepastos, saladas, carnes, pratos quentes, frutas tropicais, tortas e doces. As bebidas também estão inclusas no serviço Open Bar que oferece água, refrigerantes, sucos, chopp, caipiras, whisky (J. W. Red), vinhos (Almadém e Santa Carolina - Tinto e Branco) e uma espumante por mesa (Terra Nova - Moscatel) para o brinde da virada. Informações e reservas pelo telefone (41) 3335-3533 ou pelo site www.maggioreeventos.com.br.

Cestas de Natal

A Distribuidora Adega Brasil aposta nas cestas de Natal como presentes e, novamente este ano, preparou um menu com mais de vinte opções que incluem cestas que começam a R$ 28, como a Classic que reúne 16 itens entre eles vinho do Avô, uma cidra Líder, panetone, azeitonas, castanhas, e chegam a R$ 3.300, como a Royal Master composta por 36 luxuosos itens como um uísque Blue Label, uma vodka Grey Goose e um champagne Veuve Clicquot, todos dispostos em baú de couro. Estão sendo comercializadas em três lojas: no Show Room Adega Brasil, na BR 116, na Adega Brasil Gourmet, no Mercado Municipal e na Adega Brasil Delicatessen, no Champagnat. Mais informações pelo fone (41) 3017-0051.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Garoto tem novidades para o Natal

No mercado há cinco décadas, a tradicional Caixa de Bombons da Chocolates Garoto conta mais unidades de um dos bombons mais apreciados da linha de produção, o Serenata de Amor. Além disso, também tem o lançamento Serenata de Amor Mousse. E ainda há dois novos sabores: Gianduia, elaborado a partir da mistura de chocolate com creme de avelã, e Amendoim, que traz um dos sabores mais tradicionais e reconhecidos pelos brasileiros em versão ao leite com pedaços de amendoim no recheio. Produzida desde 1959, a tradicional Caixa de Bombons da Chocolates Garoto é vendida em todo o País em dois tamanhos (200 g e 400 g) e possui uma diversidade de sabores com mais de 15 bombons diferentes.

Degustação gratuita da Vino! traz espumante Giaretta Brut

A Vino! está trazendo uma novidade brasileira que pode se dar muito bem nas festas de fim de ano. Trata-se do espumante Giaretta Brut, produzido no Rio Grande do Sul. Ele mantém a tradição brasileira de ótimos espumantes, com custo também convidativo. Neste sábado (06), poderá ser degustado gratuitamente nas três lojas Vino! de Curitiba, das 10h às 17h.

O Espumante Giaretta é elaborado essencialmente com a variedade Chardonnay pelo método Charmat. Apresenta coloração amarelo palha. Seu aroma é persistente e com boa complexidade e frutosidade. Na boca, tem acidez equilibrada e uma agradável sensação de frescor. Segundo a dica de harmonização da casa, é ideal para acompanhar aperitivos e pratos a base de peixes assados, frutos do mar e carnes brancas. O preço da garrafa é R$ 21,00.

Vino! Batel - Rua Comendador Araújo, 970 - Batel - (41) 3029-9988
Vino! Champagnat - Rua Des. Otávio do Amaral, 515 - (41) 3335-6060
Vino! Mercado Municipal - Avenida Sete de Setembro 1865 Box 356/361 - Centro - (41) 3362-2010

Menu de Tapas no Aire


O Restaurante Aire lançou o seu menu de Tapas, os petiscos espanhóis que apresentam a gastronomia típica em pequenas porções. O inspirado chef espanhol Javier Ruiz (foto) comandou o evento, apresentando o colorido menu. O restaurante passa a abrir, além do horário de almoço, a partir das 18h30 para o jantar e o happy hour espanhol, este com a marca registrada dos Tapas em formatos diferenciados – pequenas porções como os montaditos (pequenos sanduíches), as brochetas (espetos), dentre outros. O serviço com os Tapas, que são servidos em combinados de três (R$8,00) ou cinco (R$13,00) sabores fica disponível até as 21h - após esse período o restaurante trabalha exclusivamente com o cardápio do jantar e os Tapas se tornam as opções de entradas.




O menu de Tapas do Aire conta com mais de 90 opções que variam diariamente. Dentre elas, Berinjela Caramelada (com melado), Tortilla Española, Entrecot com queijo e Mejillones a vinagrete. Para o jantar, a Paleta de cabrito desossada a baixa temperatura acompanhada de cebola confitada com especiarias e queijo de cabra é um dos pratos principais. É de se esperar sucesso também para o Bacalhau assado a baixa temperatura com pisto a pil pil.










As bebidas do restaurante também apresentam tradições espanholas, como as sangrias. A bartender Flávia Santos aposta em novidades para agradar aos clientes. Além da sangria, o drinque Red Mix (caipirinha de Whisky) é uma das sugestões da casa.
Rua Ébano Pereira, 269 - Centro. Fones: (41) 3077-8161 e 3079-7273.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Confraternização árabe

O Restaurante Velho Oriente tem como tradição no mês de dezembro abrir reservas para grupos de até 60 pessoas. A casa oferece preços especiais no rodízio árabe, tanto no almoço como no jantar, para os grupos a partir de 15 pessoas. Nesse valor especial, estão inclusos refrigerante ou água. Uma opção para as confraternizações de fim de ano. O Restaurante Velho Oriente possui estacionamento próprio. Avenida Água Verde, 1551 - Água Verde. Fone: (41) 3343-2007.

Pâtisserie & Boulangerie no Centro Europeu


O Centro Europeu está com as matrículas abertas para o seu curso de Pâtisserie & Boulangerie (Confeitaria e Panificação). As atividades, voltadas para profissionais da gastronomia e pessoas interessadas em adquirir conhecimentos específicos da área, serão comandadas por uma equipe de professores ativos no mercado profissional, entre eles o francês Laurent Grolleau, chef patissier do Grand Hotel Hyatt (São Paulo) e que baseou-se em Curitiba por muito tempo, e a chef Cláudia Ferrari, responsável pela confeitaria do Business Club de Curitiba. Com duração de um semestre letivo, o Curso de Pâtisserie & Boulangerie será 100% prático e, para facilitar o processo de absorção de conhecimentos, contará com uma infraestrutura completa, com cozinhas didáticas, especialmente construídas e equipadas para o desenvolvimento das atividades de confeitaria e panificação. Mais informações pelo telefone (41) 3222-6669 ou no site www.centroeuropeu.com.br.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Anéis de lula ao molho de tomatinhos


Mas o domingo não poderia ficar só naquilo. E para depois do trabalho, naquele calor de começo de noite? Havia um vinho alentejano olhando para mim com um desejo de ser consumido. Lembrei-me disso ainda no mercadão. Na peixaria simpatizei com os anéis de lula. Chilenos, é claro, não temos das nossas por enquanto. Mas tudo bem, atraíam. Na banca havia uma japonesa catando todos os tomatinhos possíveis. Achei um desaforo e só para quebrar o embalo dela (talvez seja esse meu lado sádico) reivindiquei alguns para mim, pois já vinha pensando havia um tempo em um molho de tomatinhos para acompanhar lula ou polvo. Aí foi chegar em casa, pôr o branco português Regia Colheita 2006 no balde de gelo e ir para o fogão tratar de um apetitoso jantar. Ficou interessante.



Anéis de lula ao molho de tomatinhos



Ingredientes:



500 g de lulas em anéis

1 cebola roxa picada

200 g de tomates-cereja cortados ao meio

2 ramos de coentro

5 colheres (sopa) de azeite de oliva

Sal e pimenta do reino (moída na hora, de preferência)



Modo de fazer:



Aqueça 3 colheres de azeite em uma frigideira e doure metade da cebola picada. Junte os tomatinhos, refogue em fogo alto, tempere com sal e pimenta e em seguida baixe o fogo para apurar o molho por alguns minutos, até que os tomates comecem a se desmanchar ligeiramente.

Enquanto isso, em outra frigideira aqueça o azeite restante, doure a outra metade da cebola picada e, mantendo o fogo alto, refogue os anéis de lula já temperados com sal e pimenta – no máximo por 5 minutos, que é quando as rodelas começam a virar as bordas, para que a lula não fique dura.

Despeje as lulas na frigideira com o molho de tomatinhos, salpique o coentro picado, misture bem e sirva em seguida.



Rendimento: 2 porções.